Fashion Revolution Day vem aí! Dia 24 de abril, vamos aderir?

11146207_377849375733068_2141018977577396385_n

Você entra em uma loja, passa uma hora toda entre vestidos, blusas e camisetas na indecisão de que peça levar. Em qual momento dessa cena você já parou para pensar “Quem fez essa roupa?”, “Em quais condições?”, “Qual história que cada etiqueta carrega?”. Estes são alguns dos questionamentos do  Fashion Revolution, um movimento internacional que busca a transparência e a ética em todas as etapas da produção. Tudo começou no dia 24 de abril de 2013, quando a confecção de roupas Rana Plaza, em Bangladesh, desabou, deixando 1.133 mortos e 2.500 feridos. Metade das vítimas eram mulheres e seus filhos, que ficavam em uma creche no mesmo edifício. Os operários da fábrica produziam roupas para várias marcas internacionais como H&M, Primark e Grupo Benetton.

O movimento começou em Londres, com a pioneira em moda Fair-Trade, Carry Sommer, mas foi logo ganhando o mundo. O grupo hoje é formado por líderes globais da indústria de moda sustentável, ativistas, acadêmicos e imprensa, que celebram a data todo dia 24 de abril, em mais de 70 países, inclusive, no Brasil. Muitas são as formas de participar do Fashion Revolution Day, pessoalmente ou a distância. Você pode postar uma foto nas redes sociais com o questionamento “Quem fez minhas roupas?” e marcar a loja responsável pela etiqueta ou estar presente em um dos eventos que acontecem por todo o mundo.

Em Florianópolis, o Fashion Revolution Day irá acontecer no Sítio Arte Educação, um espaço de coworking na Lagoa da Conceição, onde vão acontecer  intervenções artísticas, bate papos, exposições de produtos de marcas sustentáveis e palestras com nomes como o da jornalista Samira Campos sobre Os Novos Movimentos de Consumo, a advogada Flavia Correa e O Direito na Moda, a presentante da marca social Kabiria Fashion, Renatha Flores, falando sobre Moda Ética e Social e o professor Lucas da Rosa com o tema Ações Culturais em Moda. O evento é gratuito e irá começar às 18 horas.

O evento é o primeiro passo para ajudar a  mudar a realidade de tantas pessoas que ainda ganham pouco e produzem muito, trabalham em condições precárias e não são, nem se quer minimamente reconhecidas pelo que fazem.  É um processo longo de conscientização, já que ainda é difícil resistir a peças de valores quase negativos, fechando os olhos para tudo que pode estar por trás daquela compra. Uma iniciativa mundial que promete fazer a diferença na vida de milhares de pessoas. E então, vamos aderir?

Acesse: Fashion Revolution Brasil  | Fashion Revolution Floripa
Onde: O Sítio Arte Educação:  R. Francisca Luísa Vieira, 53, Lagoa da Conceição
Quando: Sexta-feira (24.04) das 18 às 23 horas
Evento gratuito

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

24 de abril Fashion Revolution Day

história – Rana Plaza

Escrito por

Uma jornalista de moda que adora mergulhar na profundidade das coisas e que abomina superficialidades. Principalmente quando dizem que a moda é superficial! Ama um bom cashmere, um acessório marcante e um sapato confortável, sem nunca abrir mão da arte e do design.

DEIXE UM COMENTÁRIO