Estilo Lofty: conheça o conceito que traz liberdade e muito estilo para a moda e a arquitetura

estilo lofty

Mais espaço, mais liberdade. A versatilidade é um dos pontos-chave do conceito Lofty, que se estende da arquitetura à moda e empresta seu conceito para uma experiência de conforto livre das amarras.

Os lofts se popularizaram na arquitetura na década de 70, em Nova York. No bairro Soho, reduto dos moderninhos, diversas fábricas abandonadas foram transformadas em apartamentos pela elite cultural da época. Designers e artistas plásticos foram os responsáveis por dar uma nova vida à essas construções, atraídos pelo espaço proporcionado pelos vãos livres e pelo pé direito alto dos prédios.

estilo lofty 5a

Os lofts logo se transformaram em sinônimo de bom gosto e versatilidade, com ambientes integrados que permitiam que um mesmo apartamento fosse utilizado como casa, estúdio, escritório e o que mais a imaginação permitisse.

estilo lofty 2

Pé direito alto e integração de ambientes marcam o conceito dos lofts.

estilo lofty 4

Projeto de loft assinado por Juliana Pippi – Clique para ver mais detalhes

estilo lofty 5

Loft por Juliana Pippi – Ambientes integrados e mix entre industrial e artesanal

Na contramão da industrialização, a decoração nesses espaços voltava a valorizar a arte do feito à mão. Madeira, ráfia e rattan foram alguns dos materiais naturais que fizeram sucesso nos lofts da década de 1970 e que estão em alta para as próximas temporadas. O mix entre os espaços amplos e a decoração artesanal garimpada cuidadosamente é o que marca o estilo lofty, propondo um resgate de tradições milenares com um olhar moderno.

ethne e o estilo Lofty na moda

estilo lofty ethne 1a

Criada por Samira Campos, a ethne retoma a visão da moda como arte. Tecidos naturais, estampados à mão com técnicas ancestrais como o block printing e tingimentos artesanais ao estilo shibori fazem parte do universo da marca, que ressignifica tradições passadas de geração para geração. A proposta Lofty vem na liberdade dos caftans e nas peças freesize, que se ajustam de acordo com o corpo e a vontade da mulher que as usa. Versáteis, os caftans vão do campo às festas de luxo mudando apenas os acessórios, permitindo a criação de looks repletos de personalidade.

O caftan é uma peça que abraça o corpo. Feito em finíssimo algodão malmal ou em sedas tramadas em tear, ele dá liberdade aos movimentos e permite que o corpo ganhe espaço, para se movimentar sem amarras. Quimonos longos e curtos também se alinham na mesma proposta de versatilidade, podendo ser usados nas ruas; na praia como uma saída de banho; em casa como um robe confortável e à noite, sem nada por baixo, como um vestido preso apenas pelo cinto.

estilo lofty ethne 1

estilo lofty ethne 2

Liberdade, versatilidade e conforto – Estilo Lofty na ethne

estilo lofty ethne 3a

Assim como nos lofts, as peças da ethne trazem para quem as veste a possibilidade da personalização, de acordo com o gosto, o ambiente e o estilo de cada um. Em seu manifesto, a ethne é uma marca sem barreiras, isso é, que integra fronteiras diversas e une diferentes culturas em roupas diferenciadas, resgatando o luxo e a exclusividade do feito à mão.

estilo lofty ethne 3

Resgate do feito à mão – Palha de toquilla nas bolsas e chapéus cheios de charme

Nesta quinta-feira, dia 8 de dezembro, Samira Campos e a arquiteta Juliana Pippi convidam para um super bate papo sobre o conceito Lofty no design, na moda e na decoração.  O evento Loft Sunset começa às 16h e conta com a presença da pop up store das marcas ELLES pour Elise Feiber, ethne por Samira Campos e L’afrikana por Renatha Flores.

 

WhatsApp Image 2017-11-30 at 12.51.21

 

Escrito por

DEIXE UM COMENTÁRIO