Faça Você Mesmo – A febre mundial que está revolucionando os hábitos de consumo

faça você mesmo CAPA

A cultura do “Faça Você Mesmo”, do inglês DIY (Do it Yourself) é uma tendência mundial, que vem ganhando cada vez mais força no Brasil. Sites como Pinterest, Instagram e Youtube são alguns dos principais propagadores dessa mudança comportamental, chamada de revolução maker. Hoje em dia, existem inúmeros blogs, perfis e canais inteiramente dedicados aos projetos DIY, que incentivam as pessoas a colocarem a mão na massa, envolvendo-se na criação do começo ao fim. Com crescimento exponencial nos últimos anos, o movimento saiu da internet e reflete também nos setores de viagens, moda e arquitetura, que priorizam a personalização e estão valorizando cada vez mais a experiência em detrimento ao consumo.

 

Faça Você Mesmo – A revolução maker

A produção em série levou ao barateamento da maioria dos produtos, mas em contrapartida acabou com a ideia de singularidade. Há algumas décadas atrás, era comum que boa parte das famílias contasse com um membro que sabia costurar ou, ainda, tivesse uma costureira de confiança para produzir suas roupas. Por muitos anos, a correria moderna fez com que esses saberes fossem deixados de lado, mas cada vez mais jovens tem se interessado em resgatar técnicas do passado e hoje a internet está recheada de tutoriais ensinando o passo a passo para criar tudo que você possa imaginar. De acordo com a Mintel, 55% dos Millenials norte-americanos usam vídeos na internet para aprender técnicas de artesanato e se inspirar em novos projetos, uma realidade que já está marcando presença também em solo brasileiro.

Em Florianópolis, a designer de interiores Karla Amadori é uma das apaixonadas pelo Faça Você Mesmo. Ela comanda o canal DIYCORE, que já conta com mais de 666 mil inscritos e publica vídeos semanais, com foco em decoração. Depois de trabalhar em escritórios de arquitetura e também como projetista de móveis planejados, ela encontrou na internet uma forma de transmitir seus conhecimentos e fazer a diferença na vida das pessoas. No canal dela, você aprende a decorar e mobiliar uma casa do zero, pintando paredes, construindo seus próprios moveis e personalizando todos os espaços.

faça você mesmo 1

Faça Você Mesmo – Cozinha construída por Karla, na websérie Reforma Kitnet.

Já pensou construir uma escrivaninha linda com suas próprias mãos? Karla Amadori ensina!

De acordo com levantamento da WGSN, as pessoas estão cada vez mais buscando alternativas ao consumismo desenfreado. Na moda, o movimento Slow Fashion abriu caminhos para a reflexão sobre quem produz as nossas roupas. Nesse contexto, envolver-se em um projeto DIY é uma maneira divertida de compreender o trabalho e o valor real por trás de cada peça que usamos. Para quem vai viajar, vale a pena buscar por roteiros diferenciados, onde você possa se envolver em novas experiências, como a de criar ou personalizar uma roupa de acordo com os saberes locais. Em Jaipur, o workshop DYE IT YOURSELF leva os turistas a uma jornada de conhecimento, explorando a história e os fundamentos da estamparia tradicional indiana. Ele é dividido em três segmentos: Block printing, Shibori e tingimentos naturais. O objetivo principal é reviver a arte perdida de tingir com ingredientes naturais, resgatando laços de afeto e agregando um valor imensurável para as roupas que saem do workshop.

 

faça você mesmo 1

Imagens do workshop Dye it Yourself, em Jaipir, Índia.


faça você mesmo 3

Vestido tingido no workshop através da técnica Shibori

A revolução maker incentiva os criativos e é absolutamente democrática. Ela parte da premissa de que todos temos capacidade de executar qualquer coisa, dede que tenhamos as informações necessárias para isso. Você pode aprender em casa, viajando, de graça ou em experiências pagas, desde que esteja inspirado à colocar a mão na massa.

Escrito por

Uma jornalista de moda que adora mergulhar na profundidade das coisas e que abomina superficialidades. Principalmente quando dizem que a moda é superficial! Ama um bom cashmere, um acessório marcante e um sapato confortável, sem nunca abrir mão da arte e do design.

DEIXE UM COMENTÁRIO