O fim da ditadura do salto alto: vendas despencam e flatforms se tornam as novas queridinhas da mulherada

flatformABRE2

Durante muitos anos, o salto alto era o único calçado possível quando se falava em elegância e trajes de festa. Nas últimas temporadas, no entanto, as flatforms, oxfords, slippers, mocassins, tênis e até mesmo as sandálias rasteiras vêm conquistando os pés das mulheres, que trocaram o desconforto do salto alto pelo estilo cheio de conforto dos sapatos baixos, tanto no dia a dia quanto nas ocasiões especiais.

Quem garante isso é a gigante WGSN, que revelou em uma pesquisa recente sobre o mercado nacional que 41% das brasileiras não usam salto. Fora do país, a tendência se repete: a empresa de pesquisa norte americana NPD Group apontou que a venda dos stilettos (os famosos “salto agulha”) caíram em 12% nos Estados Unidos desde o ano de 2014, enquanto as flatforms e sapatos rasteiros conquistaram um significativo aumento de 13% em vendas, sendo quase metade dos modelos femininos comercializados online.

gucci-e-stella

 

A mudança começou nas passarelas internacionais em meados de 2011, quando grifes como Stella McCartney e Gucci começaram a montar suas modelos com calçados flatform e slippers. Na última temporada, Alexander McQueen apresentou seus vestidos delicados com pesadas botas estilo coturno, sem salto.  Stella McCartney e Victoria Beckham apostam nos calçados baixos e investem em um design clean e cheio de recortes estratégicos. Na Chanel, destaque para a volta das sapatilhas, que trazem uma elegância atemporal aos looks.

   mc1queen  mcqueen 

Alexander McQueen SS 17

stella mccartney  victoria-beckham-shoes-resort-2017-5

Stella McCartney e Victoria Beckham SS17

chanel-shoes-spring-summer-2017-Paris-9  chanel-shoes-spring-summer-2017-Paris-12

Chanel SS 17

Em algumas marcas como a The Row das gêmeas Olsen, o salto alto passa longe e Ashley até chegou a declarar que não via necessidade de se equilibrar em cima de algo para ser elegante. Quem concorda com ela é a francesa Inès de La Fressange, ex-modelo e autora do guia de estilo La Parisienne: em 2011, ela causou furor ao entrar no festival de Cannes com um vestido de gala longo e uma sandália rasteira. Alguns anos depois, em 2015, três mulheres foram barradas no mesmo festival por estarem usando saltos baixos. Em protesto, celebridades como Julia RobertsKristen Stewart e Sasha Lane cruzaram o tapete vermelho descalças.

ines de la fressang 13108751_1330326290317394_337042542_n

Inès de La Fressange em 2011, Kristen Stewart e Julia Roberts protestando em 2015

Nas galerias de street style ao redor do mundo, a tendência reflete claramente: os looks passam a ser arrematados por tênis brancos, chinelos esportivos como os da colaboração entre a cantora Rihanna e a Puma, flatforms e os slippers com pelos da Gucci, item mais desejado do momento.

Para Sofia Martellini, trendhunter e integrante do time da WGSN,  estilo e conforto foram vistos como conceitos opostos por muito tempo e agora, depois de tantas reviravoltas no mundo fashion, eles finalmente se tornaram complementares. Para inspirar, separamos uma galeria com o melhor do street style, que mostra que o império do salto alto pode estar com os seus dias contados:

Escrito por

Uma jornalista de moda que adora mergulhar na profundidade das coisas e que abomina superficialidades. Principalmente quando dizem que a moda é superficial! Ama um bom cashmere, um acessório marcante e um sapato confortável, sem nunca abrir mão da arte e do design.

DEIXE UM COMENTÁRIO