Over, over, oversized: você também vai entrar nessa!

overrrr

Modelagens oversized e formas soltas sempre fizeram parte do repertório da moda, mas nas últimas temporadas a sua popularidade vem crescendo cada vez mais.  Marcas como Vetements, Maison Martin Margiela e ACNE Studios estão por trás dessa mudança, que parece ter chegado para ficar.

Para entender melhor essa nova obsessão do mundo fashion, precisamos primeiro compreender o contexto social: em um mundo onde estamos cada vez mais bombardeados por informações e estimulações visuais e auditivas, existe uma ânsia por momentos de silêncio e imersão. A busca por esses instantes de calma ajuda a explicar a popularidade da meditação, da espiritualidade e do crescimento dos apps que melhoram a saúde ou mesmo a qualidade do sono.

Schermata 2017-03-02 alle 16.59.19

Arquivos – Maison Martin Margiela

Na sequência de múltiplas crises econômicas e ambientais, vimos um aumento do populismo e também do sentimento geral de insegurança com o mundo exterior. A moda, então, surgiu com sua própria resposta às manchetes deprimentes, inventando novas variações sobre o tema do cooconing, um verbo que significa literalmente “fazer casulo”, ou seja, envolver a si mesmo em uma barreira protetora, repleta de conforto. Para a sociologia, essa abordagem reflete uma tendência de retornar ao “eu interior”, um ambiente seguro e protegido, que requer pouco contato com o mundo externo. Com isso, crescem os serviços de entrega a domicílio, as festas são trocadas por momentos em casa entre amigos, os escritórios são trocados pelo home office e os condomínios passam a incluir cada vez mais áreas de lazer privativas.

O oversized nas passarelas

A obsessão pelas formas soltas e tamanhos oversized remonta aos anos 90, quando o estilista Martin Margiela transformou esses shapes em uma tendência mundial, transformando-os em uma assinatura da sua marca e estilo pessoal. Em 2012, Margiela lançou uma coleção com a suíça H&M, resgatando o frisson do oversized com a jaqueta branca puffer, que esgotou rapidamente.

Schermata 2017-03-02 alle 16.31.55

Maison Martin Margiela para H&M, 2012

Mais recentemente, Demna Gvasalia, diretor criativo da Balenciaga e nome por trás da potência francesa Vetements, teve um papel crucial em reviver a tendência. Sempre apostando no impacto visual dos volumes exagerados, ele recriou a jaqueta maxi-puff, investiu nos moletons com mangas oversized e trouxe lenços de tamanhos colossais para a sua passarela. Com tanta influência no mundo da moda, a força do seu trabalho rapidamente se espalhou, fazendo com que outros designers também levassem o oversized para as suas coleções, como nas  jaquetas infladas com gás hélio, apresentadas por Hussein Chalayan.

Schermata 2017-03-02 alle 16.59.31

Balenciaga FW 16 e FW 17, por Demna Gvasalia

Schermata 2017-03-02 alle 16.59.44

Chalayan FW 17

Ainda na tendência da busca pelo conforto e proteção, vimos o loungewear ganhar status de roupa de luxo. Roupões, quimonos, camisolas e pijamas saíram de casa para conquistar as ruas, sendo uma grande aposta em grifes como Burberry, Pigalle, Too Good e ACNE Studios. Os ponchos com cara de cobertor também ganharam força nas passarelas, inspirado pelas coleções criadas nos anos 90 por Martin Margiela e Helmut Lang.

Schermata 2017-03-02 alle 17.14.31

ACNE Studios SS 17

Schermata 2017-03-02 alle 17.14.53

Vetements FW 17

Schermata 2017-03-02 alle 17.15.12

Etudes Studio FW17

vivienne-westwood-fw147

Vivienne Westwood FW17

A moda Oversized nas ruas

 

Ombros caídos, mangas exageradas, comprimentos alongados e muitas sobreposições: essas peças-desejo já chegaram nas ruas e para não errar na hora de apostar no oversized, a dica mais fácil é usar roupas em tamanhos exagerados na parte de cima e manter o resto alinhado ao corpo, como por exemplo um suéter maxi sobreposto a um slip dress longo, de corte reto. Para um look mais fashion, vale fazer a sobreposição de duas peças oversized, criando um jogo de camadas interessante e perfeito para te proteger do frio. Na galeria abaixo, separamos as melhores inspirações do street style das semanas de moda de Paris e Milão, confira:

 

Escrito por

Uma jornalista de moda que adora mergulhar na profundidade das coisas e que abomina superficialidades. Principalmente quando dizem que a moda é superficial! Ama um bom cashmere, um acessório marcante e um sapato confortável, sem nunca abrir mão da arte e do design.

DEIXE UM COMENTÁRIO