Pashmina – A verdadeira história

pashmina destaque

Uma das fibras mais delicadas do mundo, a Pashmina possui uma história repleta de mitos – muitas vezes, teorias contraditórias sobre suas qualidades, origem geográfica e fonte e método de produção. Entre fato e ficção, elas se tornaram sinônimo de elegância e luxo, cobiçadas no mundo inteiro.

Para ajudar a desvendar a trajetória deste clássico, a escritora Janet Rizvi dedicou seis anos de pesquisa na criação do seu livro Pashmina: The Kashmir Shawl and Beyond, considerado como a Bíblia das Pashminas. Ao se encantar pela beleza fascinante da trama de Pashmina, ela prometeu a si mesma que iria publicar a história completa da fibra, desde sua origem até os dias atuais.

As verdadeiras Pashminas são confeccionadas no norte da Índia em uma região chamada Caxemira, feitas com o fino pelo das cabras Changtang que são encontradas na região do Himalaia entre o Paquistão, Nepal, Caxemira e Tibet. Sua maior concentração está em Ladakh, na Índia. No Ocidente, o termo pashmina vem sendo empregado, de forma errônea, para se referir a qualquer xale, quando na verdade trata-se de um tipo de tecido fino, resultado de um trabalho habilidoso, cuja tradição manual é passada de geração para geração.

 

A história da Pashmina

d608d949-a1d6-45d7-8ce3-e5441549f280

 

Durante pelo menos três séculos, a excelência e o valor dos xale fabricados com a fibra de pashmina transformaram o Vale da Caxemira no epicentro de uma operação comercial enorme e complexa envolvendo, no seu apogeu, milhares de pessoas, em uma região que se estendia do Tibete até os mercados do oeste da Ásia, Europa e América. Como a tradição remonta a este Vale, é comum que a Pashmina e o Cashmere sejam confundidos pelos mais incautos. Ambas as fibras são provenientes da lã de cabras que vivem nas montanhas do Himalaia. O que as difere é a espessura de cada fibra, sendo a Pashmina muito mais fina e delicada, derivada da lã de uma espécie de cabras chamada Changra. Elas são cultivadas pela tribo nômade dos Changpas, que habitam a fronteira oriental entre Ladakh e o Planalto Tibetano, a mais de 4 mil metros de altitude. Depois que a lã é retirada das cabras Changra, a fibra é refinada e segue viagem até os povoados do Vale da Caxemira, onde são tecidas pelas mãos habilidosas dos Kashmiri, artesãos especialistas na criação dos famosos xales de Pashmina.

 

pashmina 1

A região montanhosa onde habita a tribo nômade dos Changpas, que cultivam as Pashminas © Jimmy Nelson

dcbf6a35-74fa-483e-ab1e-4850d9a5da28

A história das Pashminas é fascinante e envolve processos 100% artesanais.

 

c4dfdbd3-0550-4542-b08d-2184f6d828f3

As fibras são tecidas pelas mãos habilidosas dos Kashmiri, no Vale da Caxemira

Documentário do projeto Looms of Ladakh, que visa preservar a cultura dos povos nórdicos que cultivam as Pashminas.

 

As cabras que originam essa lã também podem ser encontradas na China, Mongólia e Tibete. Menos de 1% da produção é feita em Ladakh, embora as fibras ali produzidas sejam as mais finas do mundo, com espessura máxima de 15 microns de diâmetro. A título de curiosidade: um fio de cabelo humano chega a ter 75 microns, sendo significantemente mais grosso do que a fibra da Pashmina. É esse detalhe que confere leveza e maciez excepcionais aos xales, além de um conforto térmico sem igual.

 

ed89a5c3-1795-44b0-867b-d9d6070cb4eb

Na região de Ladakh, as tradições são passadas através das gerações

50ed9d63-0e75-4e45-955e-b943825bac11

 

No século XVII, as Pashminas caíram nas graças dos franceses e começaram a dominar a Europa. Os principais fornecedores saíam das montanhas do Tibete e seguiam por Leh até chegar no Vale da Caxemira. Como os britânicos compravam os xales de Pashmina no Vale da Caxemira, eles passaram a se referir à fibra de maneira errônea, confundindo-a com o Cashmere, gerando uma confusão que persiste até hoje, inclusive na história da moda.

 

2f597f79-5280-4d0a-8900-08bf2e15f5ae

Confira abaixo o documentário produzido pelo History Channel, abordando a fascinante história da Pashmina:

A Legend named Pashmina ~ History Channel from Nilosree Biswas on Vimeo.

 

pashmina

Os artesãos de Kashmiri, pelas lentes do fotógrafo Jimmy Nelson

 pashmina 11

 People of Ladakh © Jimmy Nelson

 

Escrito por

Uma jornalista de moda que adora mergulhar na profundidade das coisas e que abomina superficialidades. Principalmente quando dizem que a moda é superficial! Ama um bom cashmere, um acessório marcante e um sapato confortável, sem nunca abrir mão da arte e do design.

DEIXE UM COMENTÁRIO