Petit Comité: Samira Campos, Elise Feiber e Mayta Maia se unem para agitar a cena da moda em Florianópolis

© Khristian Gersherson

© Khristian Gersherson

Por: Francieli Hess

No último domingo, um Petit Comité exclusivo agitou a tarde de Jurerê Internacional. Nele, as amigas de longa data Elise Feiber, Mayta Maia e Samira Campos apresentaram seus novos projetos em um evento com clima intimista e decoração tropical.

As marcas ethne, ELLES pour Elise e À Mesa com Mayta Maia são resultado dos muitos anos de experiência e viagens dessas mulheres ao redor do mundo. Criadas com muito amor, elas compartilham a paixão pelo luxo do feito à mão e resgatam o valor sentimental dos pequenos detalhes.

petit comite 9b

© Khristian Gersherson

petit comite 3

Samira, Mayta e Elise. © Otavio Monti

Petit Comité – Quem faz

ethne por Samira Campos

DSC02740

Bruna Reis, Samira Campos, Juliana Schmidt e Neuza Tavares © Otavio Monti

Étnico. Ético. Exótico. Bohemian. São essas as palavras que guiam o espírito ethne. Com uma carreira de mais de 30 anos trabalhando como jornalista de moda no Brasil e em Paris, Samira Campos reuniu toda a sua bagagem cultural para se lançar, em paralelo, à uma nova frente: a da criação. A ethne resgata antigas tradições do feito à mão e as transforma em peças repletas de história e emoção, feitas para durarem para sempre. As roupas são generosas e se ajustam aos mais variados tipos de corpos, preservando o conforto e a liberdade feminina. Caftans, quimonos tradicionais, túnicas e vestidos com shapes soltos estão presentes na coleção, permitindo que a mulher circule com muita elegância em ambientes variados.

© Khristian Gersherson

© Khristian Gersherson

© Khristian Gersherson

© Khristian Gersherson

Todas as peças são feitas à mão e estampadas com técnicas tradicionais como o block printing e outros processos de tingimento artesanal, como shibori, o bandhani e a leheirya, variações do tye die tradicionais da Índia e de países asiáticos. A cartela de materiais é composta 100% de fibras naturais como a seda e o finíssimo algodão malmal, perfeito para o calor do verão brasileiro. O chapéu palha toquillla, declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO, junto com os bordados coloridos feitos pelas nativas da região de Otavalo trazem as tradições do Equador diretamente para o Brasil. Além desses dois países, India, Quenia, Gana e Colômbia também são algumas das culturas que fazem da ethne um projeto tão único!

CONTATO:

@ethneconcept

www.ethne.com.br

contato@ethne.com.br

 

ELLES pour Elise

Bruna Reis e Daiany Miranda com colares ELLES pour Elise © Khristian Gersherson

Bruna Reis e Daiany Miranda com colares ELLES pour Elise © Khristian Gersherson

Elise Feiber acredita que a vida é um emaranhado de histórias que se conectam para criar nossa personalidade, nosso estilo pessoal e nossas paixões. Desde muito pequena, ela via a mãe e a avó se entregarem aos trabalhos manuais como a costura e o bordado, paixões que herdou como um legado familiar. Foi com esse espírito que nasceu a ELLES, uma marca de acessórios versáteis, feitos em tecidos como linho, sarja, seda e algodão. São cordões que se transformam em colares e cintos e carregam pingentes delicados com pedras, porcelanas, contas de madeira, pérolas, cristais Murano e sementes brasileiras.

Tudo é feito artesanalmente e como cada mão tem seu toque, suas habilidades e o seu jeito de bordar, nenhuma peça é exatamente igual a outra. Os acessórios ganham nomes em francês como moi, madame, fête e arrodissement. Uma pequena homenagem à Paris, Cidade Luz que faz o coração de Elise bater mais forte. coração. Graduada em nutrição, apaixonada pela culinária, ex empresária do Lavoro Atelier (de acessórios artesanais para casa e quarto de bebê), ela se entrega com paixão em tudo que faz e define o espírito da ELLES com um manifesto cheio de poesia:

Num mundo fast-fashion, de produção em massa e máquinas, venho na contramão de todo esse turbilhão, pensando que as pessoas anseiam por algo único, feito à mão com amor. A ELLES nasce para resgatar essa essência e a valorização do tempo. Acredito que quando você compra um produto feito à mão, você não compra apenas um produto. Você compra horas, dias e semanas de um trabalho minucioso, autêntico e cheio de atenção” – Elise Feiber.

Neuza Tavares com colares ELLES pour Elise © Khristian Gersherson

Neuza Tavares com colares ELLES pour Elise © Khristian Gersherson

CONTATO:

@ellespourelise

contato@ellespourelise.com

 

À Mesa com Mayta Maya

Mayta Maia © Otavio Monti

Mayta Maia © Otavio Monti

A arte do bem receber é o que move Mayta Maia em seu novo projeto. Ela vai muito além do simples decorar e mergulha a fundo na alma de cada casa para resgatar nas pessoas o prazer de arrumar uma mesa com carinho, compartilhar bons momentos entre amigos e estreitar laços em ambientes que sensibilizem e surpreendam. No Petit Comité, Mayta ficou responsável por levar os convidados em uma viagem de imersão tropical, cheia de cores e exotismo, traduzida em uma mesa de tirar o fôlego. Com o apio da Arqflora e esculturas de madeira do arquiteto Juliano Guidi, ela compôs um ambiente exclusivo, repleto de bromélias, antúrios, costelas de adão, porcelanas turcas, tapetes marroquinos e peças rústicas como as almofadas estampadas à mão da L’afrikana e peças em sisal.

À Mesa com Mayta Maia © Otavio Monti

À Mesa com Mayta Maia © Otavio Monti

CONTATO:

@amesacommaytamaia

contato@maytamaia.com.br

www.maytamaia.com.br

(48) 99969-0405

 

Os parceiros do Petit Comité

Petit Comité © Otavio Monti

Petit Comité © Otavio Monti

As coroas de flores de tirar o fôlego e os delicados buquês usados na passarela são assinadas pela Arqflora, que também auxiliou Mayta Maia na composição da nossa mesa tropical. A decoração do ambiente contou também com as cestarias e almofadas handmade da L’afrikana , um projeto das sócias Giovana Motter e Renatha Flores que auxilia refugiados do Quênia.

A Bioart foi responsável por toda a maquiagem usada no evento; todos os produtos são veganos, orgânicos, brasileiros e certificados pela ECOCERT, criados com carinho pela querida amiga Soraia Zonta.

Os embalos sonoros de ritmo indiano e latino ficaram por conta do DJ Jean Mafra em parceria com o JazzInn Late Night Bar, um projeto do empresário Marcio Costa que inaugura ainda este ano e promete agitar as noites do centro de Florianópolis. A fotografia do evento é de Otávio Monti e Khristian Gershenson, do Tella Studio.

O styling e a produção do desfile levam assinatura de Francieli Hess, com assistência de Marina Pariz. Nossos agradecimentos também à equipe de suporte de backstage: Florencia Paola Rombolá PereiraFlávia Dummer de AzambujaHenrique Figueira Alves

Renatha Flores © Khristian Gersherson

Renatha Flores © Khristian Gersherson

Soraia Zonta e Neuza Tavares © Khristian Gersherson

Soraia Zonta e Neuza Tavares © Khristian Gersherson

Escrito por

DEIXE UM COMENTÁRIO