Ronaldo Fraga se rende à arte de Portinari

destq
  • rfra_lb_v15_001

  • rfra_lb_v15_010

  • rfra_lb_v15_009

  • rfra_lb_v15_008

  • rfra_lb_v15_007

  • rfra_lb_v15_006

  • rfra_lb_v15_005

  • rfra_lb_v15_003

  • rfra_lb_v15_004

  • rfra_lb_v15_002

Ronaldo Fraga, como sempre, delicia o público com as suas coleções e histórias. Para o verão 2015, o estilista mergulha no universo do pintor, poeta e ilustrador Cândido Portinari. “Quando eu estava criando as coleções inspiradas em Carlos Drummond de Andrade e Guimarães Rosa era como se Portinari estivesse sentado à nossa mesa”, diz o estilista em tom lúdico e cheio de humor.  O desfile começa com uma explosão de cores em formas triangulares, brincando com os tons prediletos do pintor.  A cartela é rica em azuis, misturados com laranja, amarelo e cinza. Os shapes são geométricos e lembram as formas de uma pipa, símbolos que permeiam o universo de Portinari. Os vestidos de malha são feitos em um material inovador e biodegradável. “Depois de 3 anos de uso, as peças se decompõem e não poluem o meio ambiente”, ressalta Ronaldo.  A coleção traz ainda bordados delicados que retratam a infância do pintor, as noites de são joão, pipas soltas no imenso céu azul e os circos que chegavam ao interior paulista. Os bordados, feitos em bastidor, deixavam fios soltos, criando franjas de belíssimo efeito rústico. A coleção entra no espírito da moda que se espalha pelos corredores da São Paulo Fashion Week. Pura arte. Só que essa, com alma brasileira.

Escrito por

Uma jornalista de moda que adora mergulhar na profundidade das coisas e que abomina superficialidades. Principalmente quando dizem que a moda é superficial! Ama um bom cashmere, um acessório marcante e um sapato confortável, sem nunca abrir mão da arte e do design.

DEIXE UM COMENTÁRIO