SCMC: o design catarinense valorizado

destaque

A moda e o design foram as estrelas da noite desse último sábado, 30 de novembro. O SCMC Resort Culture Club, evento que marcou o encerramento da oitava edição do projeto Santa Catarina Moda e Cultura, trouxe ao Stage Music Park aquilo que há de melhor na cena cultural catarinense.  Foram apresentadas ao público 21 caps collections, inspiradas no lifestyle de personagens-ícones catarinenses como Guga Kuerten, Teco Padaratz, a contorcionista Michele Noboa e a DJ Emily Betiol. A grande novidade desse ano foi a inclusão da Mostra Duna, que trouxe as obras de 11 artistas catarinenses para apreciação do público,  e do Projeto Frutos, uma mostra de quatro marcas criadas por ex-alunas participantes do SCMC.

Para Bruno Hansen, responsável pelo projeto da marca Digra, o diferencial dessa edição foi a ampliação do conceito de moda e design, que permitiu a aproximação com outros setores da cultura, antes não contemplados pelo projeto.  A empresa blumenauense especializada na gravação de cilindros para impressão na indústria têxtil, Digra, participou do SCMC pelo segundo ano consecutivo, dessa vez em parceria com a Assevim.  “O maior objetivo do evento é fazer com que as pessoas olhem a sociedade catarinense e as pessoas que fazem o nosso dia-a-dia, de uma maneira muito mais positiva, que passem a nos respeitar como pessoas capazes de criar design com competência e embasamento nesse estado maravilhoso que a gente vive”, diz Bruno.

O SCMC nasceu no ano de 2005, fruto da inquietação de um grupo de empresários da região norte de Itajaí, que enxergaram, já naquela época, a necessidade de imprimir design e inovação ao produto produzido no estado. Com o passar o tempo, o projeto amadureceu, e através de diversos estudos conseguiu identificar uma identidade de moda catarinense, a chamada Resort Culture.  Segundo Eliana Gonçalves, professora do departamento de Moda e responsável por coordenar as equipes da UDESC, o SCMC já é considerado o quarto evento de moda do Brasil, em termos de importância, contribuindo para agregar valor ao produto catarinense e trazer reconhecimento nacional para os designers daqui.

A gastronomia, outro destaque dessa edição, contou com um cardápio desenvolvido pelo chef Fabio Espinosa, do Bistrot Mamma Lu, de Joinville. A partir de ingredientes típicos de diversas regiões do estado, o chef criou 9 pratos que alinham a gastronomia contemporânea com o lifestyle de Santa Catarina. O Oktober Dog, recheado com hackapeter (petisco alemão tradicional na região de Blumenau) e cachaça de butiá, seguia a linha das finger foods e foi um dos grandes sucessos do evento.

Animados com o resultado de mais um ano de parceria bem-sucedida, estudantes e empresários brindaram ao som da cantora-revelação Maria Luiza, de apenas 17 anos, que apresentou um repertório recheado de hits internacionais. No comando das pick-ups, estavam os DJs Dado Prisco, Renee Mussi e Ricardo Lin, com uma seleção de músicas eletrônicas que, para o diretor criativo Jackson Araújo, representam a cultura de clubs, muito forte em Santa Catarina.

O que se viu nesse sábado foi uma nova geração de artistas e designers  talentosos e competentes, que apresentaram criações modernas, arrojadas e com uma identidade visual muito forte. Sem dúvidas, os frutos de 8 anos de SCMC já estão sendo colhidos, fortalecendo a indústria e dando novos significados para a produção cultural local. Ponto para os diretores criativos Jackson Araújo e Luca Predabon, que desde 2010 são responsáveis por estreitar os laços entre as empresas e instituições de ensino, acertando o timing entre criação e produção para adicionar o tempero que faltava no design catarinense.

Participaram dessa edição as empresas Altenburg, Audaces, Brix Jeans, Cia. Hering, Círculo, Dalila Têxtil, Daniela Tombini, Digra, Dudalina, Fakini, HI Etiquetas, Hoepcke Bordados, Karsten, Kyly, Lancaster, Marisol, Modus.Org, Oceano, Printbag, Tecnoblu e Von der Völke, em parceria com as instituições de ensino FIESC/SENAI, UDESC, UNIASSELVI, UNIASSELVI/Assevim e UNIVALI.

Por: Francieli Hess

Fotografia: Rômulo Koerich

Escrito por

Uma jornalista de moda que adora mergulhar na profundidade das coisas e que abomina superficialidades. Principalmente quando dizem que a moda é superficial! Ama um bom cashmere, um acessório marcante e um sapato confortável, sem nunca abrir mão da arte e do design.